domingo, 11 de abril de 2010


Dançaram juntos a maior parte da noite até não poderem mais, as palavras eram escassas mas os olhares diziam tudo o que as bocas teimavam em guardar.
Estava tão feliz que acabou por esquecer tudo que a rodeava e sentia-se livre como se pudesse voar!
Foi então que voou para dentro dos braços dele.
Os olhares que tanto disseram cruzaram-se...
As bocas que tanto apostaram no silêncio uniram-se numa música marcada pelo bater dos corações.

Sem comentários:

Enviar um comentário