domingo, 7 de abril de 2013



 
 
(...) " A verdade é que sinto a tua falta,sinto mesmo a tua falta. E magoa-me, rebenta com o meu orgulho admitir isso mesmo sabendo toda a verdade e pior, sentindo-a.
Tinhas apenas que o dizer para ficar bem, não espero qualquer tipo de resposta e mesmo que a tenha, vai valer zero!
É apenas aquela necessidade estranha mas grande de dizer algo, tal como quando alguém nos fecha a porta na cara e nos temos que o fazer também, mas desta vez com mais força ainda.
Não te desejo mal nenhum até pelo contrário, espero que o destino ou o que queiras chamar se encarregue de te dar tudo que mereces." (...)
 
 
 
 
 

sexta-feira, 5 de abril de 2013